atendimento-psico

Atendimento Psicológico

PSICOTERAPIA

Quando se começa a pensar em fazer psicoterapia, a dúvida surge quanto a que profissional procurar e quanto a que tipo de abordagem terapêutica escolher.  Existem inúmeras abordagens e a pessoa deve sempre ser informada sobre qual o tipo de terapia o profissional que ela procura está seguindo. Isto porque dependendo da orientação teórica, o psicólogo vai atribuir as dificuldades do paciente a fatores diferenciados e, consequentemente vai conduzir os encontros de modo também diferente.

O IPCS oferece terapia na abordagem cognitivo-comportamental para dificuldades emocionais de crianças, adolescentes e adultos (individual, casal e/ou de família).

Psicoterapia é aconselhável como ajuda para aliviar tensões e conflitos que podem afetar qualquer um na vida.

Terapia Criança

Terapia Infantil

A psicoterapia é aconselhada para vários tipos de dificuldades infantis, como: adaptação na escola, medos e fobias, birras, dificuldades de relacionamentos com colegas, timidez excessiva, ansiedade e depressão, brigas, divórcio ou novo casamento de progenitores, nascimento de irmãos, morte na família, apego excessivo a pessoas e outras dificuldades.
:: Saiba mais ::

Terapia para Adolescente

Para o adolescente a terapia cognitivo comportamental é de grande valor em várias áreas, como: adaptação à vida de adolescente, medos e fobias, agressividade contra outros ou contra si mesmo, depressão, dificuldades de relacionamentos com colegas e com o sexo oposto, timidez excessiva, insegurança, comportamentos auto-lesivos, brigas, divórcio ou novo casamento de progenitores, morte na família, apego excessivo a pessoas, conflito frente a sexualidade, drogas, bebida e tabaco, escolha de carreira, vestibular e outros.
:: Saiba mais ::

Terapia para Adulto

A terapia para o adulto pode ajudar a: resolver conflitos com seu parceiro, chefe, amigos e colegas, reduzir a ansiedade, aliviar o stress do trabalho ou da família, lidar melhor mudanças significativas da vida, lidar melhor com o divórcio, morte de um ente querido ou a perda de um emprego, lidar com as injustiças da vida, reduzir a raiva e a mágoa, lidar com aposentadoria, ajudar a mudar hábitos de vida.

:: Saiba mais ::