parallax background
SOBRE NÓS

Bem-Vindo ao IPCS



O Instituto de Psicologia e Controle do Stress (IPCS), ou Centro Psicológico de Controle do Stress (CPCS), foi fundado em 1985 pela Drª. Marilda Emmanuel Novaes Lipp. Reconhecido internacionalmente, tem como objetivo prevenir e tratar o stress excessivo, e também oferecer cursos, palestras e atendimentos em todo o Brasil. Foi o primeiro órgão brasileiro destinado especificamente à pesquisa e ao tratamento do stress e um dos primeiros a oferecer cursos de Terapia Cognitivo-Comportamental, sendo o primeiro na abordagem da Terapia Racional Emotiva Comportamental de Albert Ellis, no Brasil. Passou a agir como um veículo informativo entre a pesquisa científica e o mundo corporativo, aplicando os resultados de pesquisas em seus métodos operacionais.
 
 
Tudo começou em fevereiro de 1981, quando a Drª. Marilda Emmanuel Novaes Lipp, que lecionava na George Washington University, retornou ao Brasil, após 16 anos vivendo nos EUA com todas as despesas pagas para ela e sua família, a convite da PUC-Campinas para lecionar na pós-graduação em Psicologia.
O contrato era para apenas um ano, mas logo ela foi eleita Coordenadora de pós-graduação e, assim, o contrato foi renovado ano após ano. Como a permanência se estendeu e notando que, no Brasil, o trabalho clínico e de pesquisa na área do stress emocional – que ela já realizava nos EUA – estava apenas começando, a Drª. Marilda Lipp fundou o Centro Psicológico de Controle do Stress (CPCS), em 1985.
  •  

    “Eu observava as pessoas e reconhecia os sinais de stress claramente, mas ninguém parecia entender que se tratava de stress e chamavam de várias outras formas, deste modo, o problema não era tratado adequadamente. Foi então que percebi que o Brasil precisava urgentemente de que se desenvolvesse este campo de atendimento e resolvi fundar o IPCS”

    Drª Marilda Lipp


A entidade pioneira na América Latina logo chamou a atenção do Jornal Estado de São Paulo e da TV Globo, que produziram dois programas sobre stress e o CPCS, divulgando, assim, não só a entidade, mas também o fenômeno do stress emocional e suas consequências. Desde então, o IPCS atende mais de 20 mil pessoas em todo o território nacional. Começou em Campinas, onde sua matriz está localizada e, depois, foi se espalhando em todo o país, totalizando oito unidades ativas: sua filial, em São Paulo, e as franquias nas cidades do Rio de Janeiro (Centro e Botafogo), Niterói, Uberlândia, Cuiabá e na cidade de São Paulo.

Inicialmente, o CPCS destinava-se exclusivamente a produzir conhecimento científico e a promover a profilaxia e o tratamento do stress excessivo, mas, depois de atuar em várias áreas do Brasil, seus serviços evoluíram também para a realização de cursos para profissionais da área de saúde, palestras, consultoria, treinamento em empresas (sobre qualidade de vida, prevenção de transtornos mentais, entre outros) e formação de multiplicadores de programas de stress em grandes empresas privadas e governamentais – que desejam conduzir seus próprios programas, além do tratamento, individual ou em grupo, às pessoas que apresentam sintomas de stress.

Considerando que a base teórica do tratamento, oferecido pelo CPCS, é a Teoria Cognitivo-Comportamental (TCC), surgiu a demanda para cursos sobre o assunto, ainda não disseminados no Brasil na época. Assim, o próximo passo, no desenvolvimento do CPCS, foi, em 2005, a oferta de cursos de TCC, começando com cursos de extensão universitária e aperfeiçoamento. Até que, em 2008, passou-se a oferecer cursos de especialização aprovados pelo Conselho Federal de Psicologia (Processo Administrativo ABEP 002/08). À medida que os cursos de especialização se estabeleceram como opção em nível nacional, percebeu-se uma oportunidade de ampliar seu escopo pra oferecer outros serviços, além de tratamento do stress. Nessa ampliação, o nome passou a ser INSTITUTO DE PSICOLOGIA E CONTROLE DO STRESS.

No entanto, devido ao fato do CPCS já ter uma reputação de muitos anos e muita divulgação, a designação Centro Psicológico de Controle do Stress (CPCS) foi mantida como nome fantasia do Instituto. Em 2014, o estatuto social do IPCS foi ampliado para abrigar outros tipos de serviço, como psiquiatria, nutrição, fisioterapia etc. Tornando-se, assim, um estabelecimento multiprofissional na área da saúde, com ênfase nos serviços psicológicos.

Atualmente, o IPCS tem como seu diretor financeiro, o Dr. Louis Mario Novaes Lipp, filho da Dra. Marilda Lipp, formado em Farmácia pela Universidade São Francisco e em Biomedicina pela VERIS, com Mestrado em Administração pela Rochester University dos EUA, atua também como Docente e Acupunturista no IPCS.

 
TRATAMENTO DO STRESS

Pioneirismo

CONHECIMENTO

Contribuições Científicas

 

Além do Treino de Controle do Stress (TCS), modelo de tratamento da Teoria Cognitivo-Comportamental (TCC) voltado para o gerenciamento stress; após 15 anos de pesquisa, Marilda Lipp propôs um modelo quadrifásico para o stress, expandindo o modelo trifásico, estabelecido até então, criado por Hans Selye, em 1936. Lipp foi a responsável pela padronização do inventário de Sintomas do Stress para adultos, com o qual é possível medir o nível de stress nas pessoas, o que facilita para estabelecer o tratamento para cada caso.

Nesse inventário, foi incluída a fase de “quase-exaustão”. No passado, considerava-se que o stress se desenvolvia apenas em três fases: alerta, resistência e exaustão. A fase de quase-exaustão situa-se entre a fase da resistência e a fase da exaustão. O Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp (ISSL) tem sido utilizado em dezenas de estudos publicados. Esse teste, após 15 anos de uso, está sendo reavaliado pelo CFP, no momento, conforme mandatório pelas normas de testes psicológicos.

Além do stress, a produção científica dos docentes do IPCS é bastante extensa e consiste em várias áreas da psicologia. Trabalhos de pesquisa têm sido apresentados internacionalmente contribuindo, deste modo, para a transferência de conhecimento científico para o mundo empresarial.


O IPCS atua em várias áreas, como:

  • Área Clínica;
  • Área Educacional;
  • Área Científica;
  • Setor Empresarial privado;
  • Área Governamental.

Buy now